A abertura dos portões do Estádio Edvaldo Flores na tarde desse domingo, 9 de abril, foi por um motivo diferente. Quatro times disputaram os títulos do primeiro Campeonato Conquistense de Futebol Feminino, promovido pela Prefeitura de Vitória da Conquista, através da Coordenação Municipal de Esportes.

Iniciado ainda no primeiro mês da gestão do Governo “Mais Perto de Você”, o campeonato promoveu a interação entre atletas da zona urbana e da zona rural do município. Foram 11 times no total, sendo cinco de povoados e distritos. Para a capitã Jamile, do time Figueirense, da Limeira, o campeonato teve uma excelente organização.

“Nosso time foi montado para esse campeonato, a gente da zona rural normalmente é esquecido e não tem muita oportunidade. A organização ajudou a todas as equipes, sem privilégios. Independente do título, já saímos vitoriosas por chegar até a final”, afirmou a camisa 9.

Time Figueirense, campeão do I Campeonato de Futebol Feminino de Vitória da Conquista

Uma das artilheiras do campeonato, a camisa 7 do CIENB, Binha, que também joga na seleção de futsal da cidade, está estreando no futebol e avaliou bem o campeonato. “Foi muito bom participar de um campeonato que uniu a zona urbana e rural. Nossa equipe é uma família e vamos dar o máximo para sair daqui com o título de campeãs”, disse a atleta, confiante.

Para o gerente de Esportes da Secretaria de Cultura, Turismo, Esporte e Lazer, Luciano Pina, o objetivo desse campeonato é ajudar a desenvolver ainda mais o futebol feminino de Vitória da Conquista. “Com esse campeonato nós vimos que Conquista é um celeiro não só do futebol masculino, mas também do futebol feminino. A coordenação viu que existia a necessidade de investir nessa categoria, que tem potencial para ser um pólo do futebol feminino na Bahia”, avalia.

Já como resultados do primeiro campeonato, 35 atletas foram selecionadas para a seleção municipal de futebol e, dessas, cinco serão enviadas para atuar em Salvador, no Esporte Clube Vitória.

FINAIS – O primeiro jogo decisivo que aconteceu no Edvaldo foi entre os times Migs e União (José Gonçalves), na disputa pelo terceiro lugar. O placar foi de 2 x 0 para o Migs. Já a disputa pelo título foi entre o CIENB e o Figueirense (Limeira), os dois times com melhor campanha durante o campeonato. Quem levou para casa o troféu de campeã foi o time da Limeira, com uma vitória de 3 x 0; o troféu de artilheira ficou com a autora dos três gols da final, Jamile, que fez um total de 12 gols no campeonato; o troféu de melhor goleira ficou com Fernanda, também do time campeão, que não levou nenhum gol em todo o campeonato.