Apresentando-se como alternativa para “oxigenar” o PT e fortalece-lo, visando à disputa eleitoral de 2018, com as candidaturas de Lula para presidente da República e a de reeleição do governador Rui Costa, o deputado federal Waldenor Pereira se mostrou otimista no encontro com apoiadores da sua campanha para presidente estadual do partido, realizado na tarde de ontem (13), na sede do Sinquímica- Sindicato dos Trabalhadores Químicos da Bahia.

Ele esteve acompanhando do candidato a presidente do PT na capital, Gilmar Santiago, deputados federais e estaduais e lideranças das sete tendências petistas que lançaram a sua candidatura-Democracia Socialista (DS), Esquerda Democrática Popular (EDP), Coletivo 2 de Julho, Avante S21, Movimento PT , Reencantar e Militância Socialista,

 “Estou determinado e esperançoso de conquistar mais essa vitória na minha trajetória política”, declarou Pereira, que foi reitor por duas vezes, deputado estadual duas vezes e exerce o segundo mandato federal. Ele entra na disputa pela Presidência Estadual do PT com o apoio de cinco dos sete deputados federais baianos e oito dos 12 deputados estaduais, secretários estaduais, prefeitos e vereadores ligados às sete tendências que lançaram a sua candidatura.

 Na defesa de uma mudança do PT “que resgate o fortalecimento das suas bases, dos núcleos setoriais e territoriais” para motivar e mobilizar a militância e garantir o funcionamento pleno do partido, rompendo com um modelo presidencial centralizador, o candidato reafirmou as bandeiras do Movimento Muda PT: autonomia dos diretórios municipais, democracia interna, com a participação e controle efetivos dos militantes, transparência, com abertura das contas; novas relações entre as tendências e o protagonismo do PT no governo do estado. Outro ponto enfatizado por ele é a necessidade de organização da estrutura de comunicação interna e externa do partido.

 O encontro também foi prestigiado pela presença de Miguel Rosseto, ex-ministro da Previdência e do Desenvolvimento Agrário, que veio dar palestra em Salvador e aproveitou para saudar os companheiros do “Muda PT”. Em sua rápida saudação aos petistas baianos, o ex-ministro destacou as bandeiras do movimento, a importância do partido e a candidatura de Waldenor Pereira, identificada, segundo ele, com os anseios de “redefinir a identidade partidária”.